Perdendo para ganhar



Eu não imaginei que chegaria tão longe... apesar de ter sido bem-aventurada com meu biotipo, eu subi naquela balança e fui ficando assustada com a subida dos números. Nunca estive tão pesada! Nem mesmo grávida.

Estando com 31 anos, idade onde a mulher atinge o seu ápice em vários aspectos (beleza, profissão, sexo, maturidade), eu me sentia muito bonita, muito mais quando pesava 55 quilos. 
Quando revejo fotos dessa época, me acho horrorosa. 
Gordinha, me acho linda, me acho uma modelo plus size, mas é claro, não é todo mundo que simpatiza e foi por causa de indiretas, diretas, comentários maldosos que decidi que era hora de virar o jogo.

Não, não aceitei esse desafio de emagrecer por causa dessa pessoa. Decidi aceitar esse desafio por causa da saúde e bem-estar. Não tenho problemas de colesterol alto, nem pressão alta, muito menos dores nas juntas. Tenho sim desânimo pra me mexer, cansaço que não sei de onde vem, mas tudo isso irá mudar. 

Estarei perdendo pra ganhar... perdendo quilos pra ganhar saúde, disposição e porque não longevidade pra acompanhar o pique dos meus filhos? Um corpo mais esguio para que as roupas assentem melhor no corpo, disposição e outras coisas mais que vem juntas no pacote de uma vida saudável.

E estarei aqui compartilhando com vocês todas as segundas , desabafando minhas dificuldades, compartilhando minhas vitórias neste desafio tim-tim-por-tim-tim e conto com a ajuda de vocês.


No rodapé do blog tem um gráfico que estarei atualizando quinzenalmente a minha eliminação de peso (não digo perda porque o que a gente perde, encontra e esses quilos eu não quero ver nunca mais!).

Em breve postarei o que ando mudando nos meus hábitos e se você também está nesse barco, entre em contato comigo pra gente trocar figurinhas!!! Bjsssss

Jac Bagis

Nenhum comentário:

Postar um comentário